Meu plano de saúde sofreu um aumento abusivo. O que fazer?

São comuns as justificativas como "aumento de custos", "atualização de valores de serviços médicos", "alta sinistralidade", entre outras.

 

Realmente, os reajustes realizados pelos planos de saúde, são legais? 

Em alguns casos, os reajustes chegam a 70% do valor da mensalidade!

Nesses casos, o que o consumidor poderá fazer?

A ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar estabelece limitações anuais para o reajuste dos planos individuais ou familiares.

75% dos reajustes em planos de saúde são considerados abusivos.

Apesar das sucessivas derrotas, os planos de saúde continuam a praticar os aumentos considerados abusivos pelo Judiciário.

Estatísticas demonstram que poucas pessoas procuram o Judiciário, o que faz a prática valer a pena para os planos de saúde, mesmo com as decisões negativas.

O reajuste de preços pelo plano de saúde é abusivo e pode ser combatido com uma ação judicial contra a operadora.

Além do cancelamento do reajuste, algumas decisões têm considerado a restituição dos valores pagos a maior.

Entre em contato conosco e obtenha mais informações.

Obrigado! Mensagem enviada.

Centro Empresarial Mediterrâneo

Rua Mediterrâneo, nº 290 - 8º Andar

Jardim do Mar

São Bernardo do Campo - São Paulo

Telefone: (11) 4317-4796

contato@gnlaw.com.br